[Vídeo] 5 – Tricômio de Masson Modificado

11.90 R$

[Vídeo] 5 – Tricômio de Masson Modificado para observar o colágeno em verde;

Link válido por 3 meses

Categories: ,

Description

Tricrômico de Masson Modificado (com verde luz)

Masson Trichrome (with green light)

Código EP-11-20453

  • Quantidade de testes : mínimo de 60 testes*

  • Tempo total do procedimento : 30 minutos

  • Validade do produto : ver frasco

  • Temperatura de armazenamento : 15 a 25°C (temperatura ambiente)

  • Equipamentos complementares : Não necessita

Aplicação

Método recomendado para tecido conjuntivo. Demonstra gametas, núcleos, neurofibrilas, neuroglia, colágeno, ceratina, fibrilas intracelulares, imagem negativa do complexo de Golgi.

Princípio

São utilizados três diferentes corantes: hematoxilina férrica de Weigert para núcleos, uma mistura de corantes ácidos (fucsina ácida-”vermelho de xilidina”) para citoplasma e azul de anilina para tecido conjuntivo.

Método

  1. Desparafinizar as lâminas em xilol por 5 minutos. Após hidratar as lâminas em álcool 99%, 95%, 70% e lavar em água corrente.

  2. Levar as seções de tecidos em água destilada e após secar as lâminas.

  3. Em um becker pequeno fazer a junção dos reagentes A + B na seguinte proporção: 10 gotas do reagente A + 10 gotas do reagente B. Cubrir o tecido com a solução obtida com esta junção. Deixar agir por 10 minutos.

  4. Lavar as lâminas em água corrente e secar.

  5. Colocar na seção de tecido 10 gotas do reagente C. Deixar agir por 4 minutos.

  6. Lavar as lâminas em água corrente e colocar na seção de tecido 10 gotas (ou o suficiente apenas para cobrir o corte) do reagente D. Deixar agir por 5 minutos.

  7. Secar as lâminas sem lavá-las e colocar na seção de tecido 10 gotas (ou o suficiente apenas para cobrir o corte) do reagente E. Deixar agir por 5 minutos.

  8. Lavar em água destilada e desidratar rapidamente em série de álcool ascendente até o xilol e montar as lâminas com ERV-MOUNT.

* Quantidade de teste estimada conforme o tamanho do tecido a ser corado, quanto maior o tecido maior será o volume necessário para realizar a coloração e menor será a quantidade de testes. Veja maiores detalhes no verso “INSTRUÇÕES GERAIS”.

Resultados (veja item coloração final no verso “INSTRUÇÕES GERAIS)

Núcleos e gametas…………………………………………………………………………..…………………………………………………………………………….. preto

Citoplasma, ceratina, fibras musculares, acidófilo………………………………………………………………………………………………………… vermelho

Colágeno, muco, grânulos basófilos da hipófise…………………………………..……………………………………………………………………….….….verde

Grânulos das células delta da hipófise ……………………………………………….………………………………………………………………………………verde

Reagentes

A (tampa preta) – Hematoxilina férrica de Weigert – sol. A………..30 ml D (tampa branca) – Ácido fosfomolíbdico ………………..30 ml

B (tampa verde) – Hematoxilina férrica de Weigert – sol. B ………..30 ml E (tampa azul) – Verde luz….………………………………….30 ml

C (tampa vermelha) – Fucsina ……………………………………….……….30 ml

Referências

Masson PJ. Some histological methods: trichrome stainings and their preliminary technique. 1929 J. Tech. Methods, 12: 75-90.

Lillie RD. Staining of connettive tissue . Arch Pat 1951; 54:220-223.

Lillie RD. Studies on selective staining of collagen with acid anilin dyes. J Tech Methods 1945; 25: 1-47.

Lillie RD. Further experiments with the Masson trichrome modification of Mallory’s connective tissue stain. Stain Technol 1940; 15: 82.

Armed Forces Institute of Pathology: Laboratory Methods in histotechnology. Washington D.C., A.F.I.P., 1994.

INSTRUÇÕES GERAIS

Para a obtenção de um melhor resultado da metodologia e uma completa compreensão da terminologia utilizada, nós recomendamos as seguintes indicações:

Número de testes realizados

O número mínimo de testes foi calculado com 10 gotas de reagente de cada kit, que permite cobrir facilmente seções de tecidos médias ou grandes, aconselhamos seguir esta quantidade de reagentes. Em casos de seções pequenas, no entanto, pode-se utilizar menos de 10 gotas, neste caso é necessário reduzir a quantidade de todos os outros reagentes para evitar desequilíbrios.

Tempo de execução

O tempo de execução foi calculado somando-se a duração de todas as etapas do método. Ele não inclui o tempo de desparafinizar, hidratar e desidratar o corte.

Coloração final

A metodologia do kit foi padronizada a uma temperatura média de 20ºC e em condições normais de trabalho, utilizando-se os produtos indicados nesta literatura. Pode ocorrer uma pequena variação na coloração final, devido principalmente a variação da temperatura, ocorrendo esta variação deve-se alterar o tempo utilizado em cada reagente, com o objetivo de intensificar ou diminuir a coloração.

Validade

Indica o tempo em que produto permanece inalterado a partir de sua fabricação, se armazenado adequadamente. Cada Kit possui uma etiqueta com identificação do lote e data de vencimento.

Equipamento básico

Todo Kit necessita do seguinte equipamento:

  • Cuba de coloração horizontal ou uma bandeja de coloração horizontal, comercializada pelo Grupo Erviegas, código EP-51-05021.

  • Uma garrafa de lavagem (pulverizador) com água destilada para as lavagens requeridas na metodologia de cada kit, ou como alternativa, uma cuba vertical (jarra de Coplin) para as lavagens por imersão, comercializada pelo Grupo Erviegas código EP-51-30352.

Duas séries de solventes, conforme metodologia de cada kit:

  • DESCEDENTE: para desparafinizar e levar os cortes das seções para água destilada, composta de: xilol (x2), etanol absoluto (x2), etanol a 96%, etanol a 70% e água destilada.

  • ASCENDENTE: para desidratar e limpar, composta de: etanol a 70%, etanol a 96%, etanol absoluto (x2) e xilol (x2).

Aconselhamos o uso do meio de montagem ERV-MOUNT, comercializado pela Grupo Erviegas código EP-51-05042 frasco com 500ml e EP-51-05041 frasco com 100ml.

Equipamento complementar

Nas literaturas de cada kit constam os equipamentos complementares que podem ser necessários, e que não constam no Kit, mas que estão normalmente presentes em qualquer laboratório.

Fixação e meios de inclusão

Os tempos dos métodos dos kits foram determinados a partir de cortes histológicos de fragmentos fixados em formol tamponado com pH 7 com tampão fosfato e inclusos em parafina. A utilização de outros fixados nas práticas histológicas comuns (piocromoformol de Bouin, B5) pode ser vantajosa em alguns métodos (por exemplo para os tricrômeros), mas não são aconselhadas para outros métodos.

Garantia Grupo Erviegas

O Grupo Erviegas garante o funcionamento do produto conforme especificado nesta literatura. Para maiores informações sobre o produto ou detalhes sobre outras técnicas e produtos acesse nosso site www.grupoerviegas.com.br.

RUO – ISENTO DE REGISTRO NA ANVISA

Instruções em PDF–> EP-11-20453 – Tric. Masson Modificado – Rev 02-2019

Acesso por 3 meses

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “[Vídeo] 5 – Tricômio de Masson Modificado”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *