Novembro Azul 2016

Promoção para o Novembro Azul 2016

Anticorpos para detecção do Câncer de Próstata.

Uma parceria do Grupo Erviegas e a Biocare Medical. Veja abaixo!

Compre 3 Anticorpos para Detecção de Câncer Próstata

Leve 1 anticorpo de graça!

Aproveite a promoção do Novembro Azul 2016 – Mês de Combate ao Câncer de Próstata e compre 3 anticorpos para detecção de Câncer de Próstata da lista ao leve 1 anticorpo de graça*.

Preencha o formulário de solicitação

Seu nome completo (obrigatório)

Selecione os Anticorpos:

PSA - ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICONKX3.1P63P40 (M), 3X (PROSTATE)HWM CK + P63 (BASAL CELL COCKTAIL)ERG (M), 2XERGP504S, 2XP504S (P)AMACR (RM), 2X

Baixe o Catálogo da Biocare

Gostaria de mais informações acerca dos anticorpos para detecção do câncer de próstata listados ao lado? Faça o download do catálogo da Biocare Medical. Clique no botão Baixar Catálogo

Anticorpos Biocare para Câncer de Próstata

Prostate Specifi c Antigen (PSA) is a chymotrypsin-like serine protease (kallikrein family) produced by the prostate epithelium. PSA can be used as a screening marker for differentiating high-grade prostate adenocarcinoma from high-grade urothelial carcinoma. PSA may also be a useful aid to confi rm prostatic acinar cell origin in primary and metastatic carcinomas and to rule out non-prostatic carcinoma mimics. PSA can be a valuable tool in the diagnostic evaluation of metastatic adenocarcinoma of unknown primary origin in males.
NKX3.1 is a protein encoded by the NKX3-1 gene and has been found to be positive in the vast majority of primary prostatic adenocarcinomas. A study has shown the sensitivity for identifying metastatic prostatic adenocarcinomas was 98.6% (68/69 cases positive) for NKX3.1 and 94.2% (65/69 cases positive) for prostate specifi c antigen (PSA). The specifi city of NKX3.1 was 99.7% in various cancers and stains nuclei in both normal and prostate cancer. NKX3.1, used in combination with ERG monoclonal antibody [9FY], may represent a superior combination to aid in identifying tumors of prostatic origin.
p53 homologue p63 encodes for different isotypes able to either transactivate p53 reporter genes (TAp63) or act as p53-dominant-negatives. p63 is detected in prostatic basal cells in normal prostate; however, it is negative in malignant tumors of the prostate gland. Thus p63 may be a valuable tool in the differential diagnosis of benign and malignant tumors of prostate gland and can be used in a panel of antibodies such as HMW CK [34ßE12], PSA and PSAP. p63 may play a signifi cant role in prostate development by maintaining a prostate stem cell population. Striated muscle staining may be observed with p63.
The mouse monoclonal antibody p40 [BC28] recognizes an epitope unique to the p40 protein and may have applications in cases where p63 has traditionally been used. To date, p63 [4A4] has been a frequently used marker of basal epithelium in normal prostate, with expression not typically observed in prostatic adenocarcinoma. A study has shown p40 staining of normal prostate glands and prostatic intraepithelial neoplasia (PIN) equivalent to p63, with no p40 staining observed in prostate cancer. p63 [4A4] recognizes both the p63 and p40 proteins. In contrast to the rabbit polyclonal p40 antibody, p40 [BC28] does not stain macrophages.
In normal epithelia, HMW Cytokeratins (CK5 and CK14) stain stratifi ed epithelia, myoepithelial cells and basal cells in the prostate gland and bronchi. The p63 is detected in prostate basal cells in normal prostate, however, is negative in malignant tumors of the prostate gland. Thus p63 has been shown to be useful as a differential marker for benign and malignant tumors of prostate gland and can be useful as a negative marker. The combination of the HMW CK Cocktail and p63 has been shown to be superior to each alone.
TMPRSS2:ERG has been found to be a frequent gene rearrangement in prostate cancers, occurring in 45-65% of North American patients. There is a strong correlation between ERG protein expression and the presence of TMPRSS2:ERG rearrangement and a high concordance of ERG positive prostatic intraepithelial neoplasia (PIN) and ERG positive carcinoma. ERG expression offers a rare, but defi nitive marker of adenocarcinoma of prostatic origin. ERG (M), 2X may be combined with AMACR (RM), 2X to form a primary antibody combination. Note: ERG [9FY] was developed by the Center for Prostate Disease Research in association with the Henry M. Jackson Foundation, Rockville, Maryland. US Patent: 8,765,916 B2
A mouse monoclonal anti-ERG antibody was developed with 99.9% specifi city for detecting prostatic adenocarcinomas. ERG [9FY] is highly specifi c and does not stain lymphocytes. There is a 96.5% concordance of ERG positive prostatic intraepithelial neoplasia (PIN) and ERG positive carcinoma in prostatectomy specimens. Studies have shown that [9FY] may also have application in detecting endothelial malignancies, including Kaposi sarcoma. Note: ERG [9FY] was developed by the Center for Prostate Disease Research in association with the Henry M. Jackson Foundation, Rockville, Maryland. US Patent: 8,765,916 B2
P504S, also known as α-methylacyl coenzyme A racemase (AMACR), is a peroxisomal and mitochondrial enzyme that has been shown to play a role in bile acid synthesis and β-oxidation of branched chain fatty acids. In immunohistochemistry studies, P504S has been shown to be a specifi c marker of prostatic adenocarcinoma. Additionally, prostate glands involved in PIN have been found to express P504S, whereas P504S was nearly undetectable in benign glands. P504S has also been shown to stain many other types of carcinoma such as hepatoma, breast carcinoma, pancreatic islet tumor and desmoplastic small round cell tumor. HMW CK and p63 may serve as a useful panel with P504S.
P504S, also known as α-methylacyl coenzyme A racemase (AMACR), is a peroxisomal and mitochondrial enzyme that plays a role in bile acid synthesis and β-oxidation of branched chain fatty acids. P504S was initially identifi ed from a cDNA library as a gene that is overexpressed in human prostate cancer; with little or no expression in normal prostate. In immunohistochemistry, P504S has been shown to be a specifi c marker of prostatic adenocarcinoma. Additionally, prostate glands involved in PIN have been found to express P504S, whereas P504S was nearly undetectable in benign glands.
α-Methylacyl coenzyme A racemase (AMACR), also known as P504S, is a peroxisomal and mitochondrial enzyme that plays a role in bile acid synthesis and β-oxidation of branched chain fatty acids. AMACR was initially identifi ed from a cDNA library as a gene that is overexpressed in human prostate cancer; with little or no expression in normal or benign prostate glands. In immunohistochemistry, AMACR has been shown to be a marker of prostatic adenocarcinoma. Additionally, prostate glands involved in prostatic intraepithelial neoplasia (PIN), have been found to express AMACR; whereas AMACR was nearly undetectable in benign glands.

Regulamento da Promoção para o Mês de Combate ao Câncer de Próstata

1.INFORMAÇÕES GERAIS
1.1. A Promoção para o Novembro Azul 2016 – Mês do Combate ao Câncer de Próstata é promovida pela Erviegas I.C LTDA, com sede na Rua Lacedemônia, 268 – Vila Alexandria, São Paulo/SP, inscrita no CNPJ sob o nº 46.271.011.0001/07, e será realizada das 09h00 do dia 01 de Novembro de 2016 às 23:59 até o dia 30 de Novembro de 2016 ou enquanto durar o estoque dos produtos disponíveis em nosso estoque, sendo aberta à participação de todas as pessoas físicas e jurídicas em território nacional. Na compra de 3 anticorpos para detecção de câncer de próstata (prostático)
2. PARTICIPAÇÃO
2.1. Para participar da Promoção, é necessário preencher o formulário ao lado e clicar no botão solicitar ou enviar um e-mail para diagnosticos@grupoerviegas.com.br solicitando alguns dos anticorpos listados no painel de anticorpos da Biocare Medical de Câncer de Próstata.
3. DISPONIBILIDADE DO PRODUTO
3.1. O anticorpo gratuito disponibilizado na compra de 3 marcadores será o de menor valor.
3.2. O prazo de entrega é até 60 dias após a confirmação do pedido.
3.3. A promoção é válida somente para pagamento 14 dias direto, para parcelamento não aplica-se essa promoção e condições.
4. CONSIDERAÇÕES GERAIS
4.1. A simples participação nesta Promoção implica total conhecimento e aceitação deste Regulamento, bem como de seus termos e condições, pelos participantes ou seus responsáveis.

#EUVouDeAzul no Novembro Azul 2016

Desafiamos você a não fazer a barba no Mês de Combate ao Câncer de Próstata

Novembro Azul 2016

Desafiamos você a não fazer a barba em apoio ao Mês de Combate ao Câncer de Próstata

Novembro Azul 2016 – Mês de Combate ao Câncer de Próstata

Campanha #EuVouDeAzul

O diagnóstico do Câncer de Próstata deve ser preciso e rápido para responder o tratamento com melhor eficácia, e quando diagnosticado cedo, a chance de cura chega a 97%.

Neste mês de Novembro de 2016, o Grupo Erviegas levanta a bandeira na cor AZUL junto com o apoio da Biocare Medical, que juntas, oferecem uma vasta linha de anticorpos para exames e diagnósticos precisos.

Juntas, destacam a importância da conscientização da realização de exames após os 40 anos regularmente bem como a prevenção e diagnóstico precoce do Câncer de Próstata.

Neste mês de Novembro desafiamos você à participar da nossa campanha!

Lançamos o seguinte desafio para o Novembro Azul:

Deixe a sua barba crescer em apoio ao movimento do Novembro Azul 2016 – Mês de Combate ao Câncer de Próstata e participe deste movimento alterando a sua foto do perfil.

Não pode deixar sua barba crescer?

Altere a sua foto do perfil no Facebook ou no Twitter em apoio ao movimento contra Câncer de Próstata durante o mês inteiro de Novembro com a tag #EuVouDeAzul.

Para participar basta clicar no botão abaixo.

Compartilhe a Campanha do Novembro Azul 2016

Dissemine essa ideia

Novembro Azul Mês de Combate ao Câncer de Próstata

Menos brincadeirinhas, mais exames. Câncer é coisa séria!

O CÂNCER DE PRÓSTATA

Menos brincadeiras, mais exames

O câncer é definido pelo crescimento rápido e totalmente desordenado das células, que com o tempo adquirem uma estrutura a ponto de se multiplicar, seja de forma rápida ou lenta. O câncer ou neoplasia (como é chamado em termos médicos) possui a capacidade de espalhar-se para diversas partes do corpo denominada metástases.

O câncer de próstata afeta a próstata do homem, uma glândula do tamanho de uma noz localizado abaixo da bexiga e na frente do reto e da uretra, o canal que transporta a urina e passa através dela.

A próstata produz grande parte do sêmen do homem, um líquido espesso que contém propriedades que protegem o esperma (espermatozoides), líquido liberado durante a ejaculação do homem.

Os hormônios masculinos possuem propriedades  específicas e fazem com que a próstata se desenvolva no feto e vai crescendo a medida que um menino se torna adulto.

Quando a taxa de hormônios é baixa, a glândula (próstata) não vai atingir as dimensões totais do seu tamanho. Frequentemente em homens acima de 65 anos, parte da glândula em torna da uretra cresce continuamente, isso pode causar a HPB (Hiperplasia Prostática Benigna).

A próstata é constituída por diversos tipos de células, a maioria dos cânceres de próstata tem sua origem nas células das glândulas que produz o líquido seminal do homem. Eles são chamados de adenocarcinomas.

Parte deste tipo de câncer está em queda pois está sendo diagnosticada mais rapidamente e precocemente.

O Câncer de Próstata em números

Segundo pesquisas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) para o Brasil estima-se

Novos casos de Câncer no Brasil

Novos câncer de Próstata

FATORES DE RISCO DO CÂNCER DE PRÓSTATA

Como está seu estilo de vida?

Antecedentes Familiares

Casos de Câncer de Próstata na família é de grande importância levar em consideração. Para quem teve casos de filiação (pai) com câncer de próstata o risco aumenta em dobro em relação a subpopulação em geral.

O caso de fator de risco é ainda mais alto se o irmão tiver a doença. Se o paciente tiver menos de 65 anos e mais de um parente afetado pela doença, o risco aumenta de 6 a 11 vezes.

Alimentação

Alimentos que envolvem e são ricos em gordura, carne vermelha, nada de legumes, frutas e vegetais.

Sedentarismo

Sedentarismo e obesidade podem agravar o estado da doença para um estágio mais agressivo da doença.

Região

Em comparação aos americanos os asiáticos possuem  menos chance de desenvolver o câncer de próstata pois a região onde os países mais desenvolvidos o risco de câncer de próstata são maiores levando em conta o estilo de vida e poluição.

SINTOMAS DO CÂNCER DE PRÓSTATA

Com câncer não se brinca!

Os sintomas do câncer de próstata em seu estágio inicial não costuma apresentar sintomas. O sintoma mais comum do câncer de próstata é a dificuldade de urinar.

Fique esperto, alguns sinais de câncer de próstata podem aparecer e deve ser recomendado procurar um urologista de imediato:

    • Ejaculação Dolorosa;
    • Urinar pouco de cada vez;
    • Urinar com frequência, especialmente durante a noite, obrigando-o a se levantar várias vezes para ir ao banheiro;
    • Dificuldade para urinar;
    • Dor ou sensação de ardor ao urinar;
    • Presença de sangue na urina ou sêmen;

DIAGNÓSTICO DO CÂNCER DE PRÓSTATA

Não esconda atrás do seu preconceito. Câncer é coisa séria!

A medicina tem avançado, mas ainda falta muito para avançarmos. Em homens acima de 50 anos é necessário realizar o exame de toque retal e dosagem de uma proteína do sangue (PSA), por meio de exame de sangue, para saber se existe um câncer de próstata sem sintomas.

Esses exames são necessários para sugerir a necessidade de fazer exames mais específicos que podem incluir:

Ressonância Magnética: A ressonância magnética usa ondas de rádio e imãs fortes em vez de raios-X. Ajuda a ver se a doença atingiu áreas como as vesículas seminais e a bexiga.

Tomografia Computadorizada: Exame realizado com múltiplas imagens de raios-X com o objetivo de detectar  o câncer de próstata nos gânglios linfáticos. Pode ser usado o contraste iodado.

Biópsia: a biópsia é o principal exame que pode confirmar o exame de câncer de próstata. Através do auxilio de uma ultrassonografia transretal que ajuda a guiar o médico na inserção de uma agulha pela parede do reto até a próstata. Pode ser necessário também a biópsia do gânglio linfático ou Biópsia Cirúrgica.

Cintilografia Óssea: este exame é realizado quando há suspeita de que o câncer atingiu os ossos.

Prevenindo o Câncer de Próstata

Se liga rapaz! Homem também se cuida sim!

Alguns médicos recomendam a realização do toque retal e da dosagem do PSA a todos os homens acima de 50 anos.

Para aqueles com história familiar de câncer de próstata (pai ou irmão) antes dos 60 anos, os especialistas recomendam realizar esses exames a partir dos 40 anos.

Entretanto, vale lembrar que somente o médico pode orientar quanto aos riscos e benefícios da realização desses exames.

Não existem evidências de que a realização periódica do toque retal e dosagem de PSA em homens que não apresentem sintomas diminua a mortalidade por câncer de próstata.

Mantenha uma alimentação saudável, pratique atividade física, evite fumar e visite seu médico regularmente.

Lembre-se de que o exame de toque é puro preconceito imposto pela sociedade, não se esconda atrás dele, procure seu médico.